Central de Resultados

Destaque do período (4T16)

Destaques do Período

• Resultado Societário (IFRS): No 4T16, a Receita Líquida Ajustada atingiu R$ 364,4
milhões, 6,8% superior aos R$ 341,3 milhões apurados no 4T15. Em 2016, a Receita
Líquida Ajustada atingiu R$ 1.514,0 milhões, 6,8% superior aos R$ 1.417,8 milhões
apurados em 2015.

No 4T16, o EBITDA atingiu R$ 359,8 milhões, 29,2% superior aos R$ 278,4 milhões
apurados no 4T15. Em 2016, o EBITDA atingiu R$ 1.329,5 milhões, 15,5% superior
aos R$ 1.150,8 milhões apurados em 2015.

No 4T16, o Lucro Líquido totalizou R$ 139,1 milhões, R$ 97,1 milhões superior aos R$
42,0 milhões registrados no 4T15. Em 2016, o Lucro Líquido totalizou R$ 310,8
milhões, 48,6% superior aos R$ 209,2 milhões registrados em 2015.

• Resultado Regulatório: No 4T16, a Receita Líquida atingiu R$ 414,2 milhões,
17,1% superior aos R$ 353,6 milhões apurados no 4T15. Em 2016, a Receita Líquida
atingiu R$ 1.583,5 milhões, 11,8% superior aos R$ 1.416,6 milhões apurados em
2015.

No 4T16, o EBITDA atingiu R$ 409,5 milhões, 28,9% superior aos R$ 317,7 milhões
apurados no 4T15. Em 2016, o EBITDA atingiu R$ 1.395,2 milhões, 20,2% superior
aos R$ 1.160,6 milhões apurados em 2015.

No 4T16, o Lucro Líquido totalizou R$ 161,4 milhões, R$ 102,3 milhões superior aos
R$ 59,1 milhões apurados no 4T15. Em 2016, o Lucro Líquido totalizou R$ 307,3
milhões, 81,1% superior aos R$ 169,7 milhões apurados em 2015.

• Em 03 de fevereiro de 2017, a coligada TME iniciou operação comercial do
Reforço das Instalações da Subestação Jauru, antecipando em 118 dias a entrada
em operação, prevista na resolução autorizativa nº 5.240, para 01 de junho de
2017. O investimento autorizado pela ANEEL foi de R$ 42,7 milhões e a Receita
Anual Permitida de R$ 5,3 milhões.

• Em 23 de novembro 2016, a Companhia sagrou-se vencedora, Processo de
licitação UPME 07-2016 - Línea de Transmisión Virginia-Nueva Esperanza 500 kV,
através de sua controlada Alupar Colômbia. O investimento previsto é de US$
130,0 milhões e a Receita Anual de US$ 22,5 milhões.

Novos benefícios fiscais nas transmissoras controladas:
• Em 26 de outubro 2016, a STN recebeu o Laudo Constitutivo do direito à redução
de 75% de IRPJ, devido ao novo benefício fiscal SUDENE válido de 2016 até 2025.

• Em 22 de dezembro 2016, a controlada ENTE recebeu o Laudo Constitutivo do
direito à redução de 75% de IRPJ, devido ao novo benefício fiscal SUDAM, válido de
2016 até 2025.